Frequentadores e Discípulo

discipulo

Frequentadores e Discípulo

Se com sinceridade no coração, o seguidor de Jesus quer mesmo servi-Lo no átrio, tem que
determinar isso e persegui-lo até alcançar seu objetivo. E Deus será com ele por onde quer que
for. E se cumprirá a Palavra que diz: “Se ouvires a voz do Senhor teu Deus, virão sobre ti e te
alcançarão todas estas bênçãos: Bendito serás tu na cidade, e bendito serás no campo. Bendito o
fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais, e as crias das tuas vacas e
das tuas ovelhas. Bendito o teu cesto e a tua amassadeira. Bendito serás ao entrares, e bendito ao
saíres. O Senhor fará que sejam derrotados na tua presença os inimigos que se levantarem contra
ti: por um caminho sairão contra ti, mas por sete caminhos fugirão da tua presença. O Senhor
determinará que a bênção esteja nos teus celeiros, e em tudo o que puseres a tua mão: e te abençoará
na terra que te dá o Senhor teu Deus. O Senhor te constituirá para si em povo santo, como
te tem jurado, quando guardares os mandamentos do Senhor teu Deus, e andares nos seus caminhos.
E todos os povos da terra verão que és chamado pelo nome do Senhor, e terão medo de ti”
(Deuteronômio 28.2-10).
Se o seguidor do Senhor Jesus sinceramente responde que quer servi-Lo no altar, custe o que
custar, precisa depositar tudo o que tem, tudo o que é, tudo o que pretende ser ou pretende ter no
altar de Deus. Do contrário, deve esquecer o altar e ficar no átrio! Se já no altar, tem que perguntar
a si mesmo: Tenho me sacrificado pelas almas?
Quem serve no altar é como uma mulher que dá à luz filhos. Cada um que nasce requer urros
de dor de parto. Se o homem de Deus quer parir filhos, precisa se conscientizar que isso requer
pranto e sacrifício. Não é isso o que está escrito? “Os que com lágrimas semeiam, com júbilo
ceifarão. Quem sai andando e chorando enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus
feixes” (Salmos 126.5-6).
Muitos que servem hoje no altar, têm confiado nos meios disponíveis da comunicação, tais
como emissoras de rádio, TV, jornais, revistas, folhetos, etc. Com isso, se acomodam, confiantes
que a propaganda substituirá o sacrifício das orações e jejuns, no sentido de trazerem o povo à
igreja. Isto é errado! Aí está a razão porque a Igreja do Senhor Jesus tem sido fracassada diante
das lutas contra satanás. Tem estado acomodada, esperando que os veículos de comunicação
realizem seu trabalho. Nunca! Podemos e até devemos usar todos os meios possíveis para trazer
o povo à igreja, porém jamais poderemos contar com isso para dar à luz filhos de Deus! Ao
homens de Deus, no passado, foram verdadeiros expoentes nas mãos do Espírito Santo e tiveram
grande êxito no altar, por terem confiado apenas na ação do Espírito Santo para ganhar
almas! Eles não tiveram outro meio de comunicação senão as suas súplicas, com choro e jejuns
no altar. “…Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos” (Atos 2.47).
O ministério do homem de Deus não pode ser medido pelo grande número de pessoas que
está frequentando a sua igreja. Não! É justamente isso que tem causado ilusão a muitos servos de
Deus pois, vendo que a casa está cheia, acham que Deus está aprovando o seu ministério. Na
verdade, isso é a mais pura ilusão diabólica, porque a força de uma igreja está nos seus discípulos
serem cheios do Espírito Santos. O Senhor deixou uma ordem bem clara para os Seus servos:
“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações…” (Mateus 28.19). O número de discípulos é o
que conta, e não o de frequentadores. Os veículos de comunicação produzem frequentadores,
mas o homem de Deus produza discípulos.

Olá, gostaria muito que você deixasse logo abaixo o seu comentário sobre esse assunto, é muito importante a sua opinião para nós. Muito obrigado por ler o artigo.